Últimas notícias

Ibope: sobe rejeição a Bolsonaro e apenas um terço da população avalia governo de forma positiva

Em dois meses, aprovação caiu 15 pontos; já a avaliação negativa saltou de 11% para 24% - o que faz de Bolsonaro o presidente estreante mais mal avaliado em 24 anos.

Por Crítica21 – Com informações do Ibope Inteligência/RBA/UOL
20/03/2019

Nesta semana, a visita de Jair Bolsonaro (PSL) aos EUA para encontrar-se com Donald Trump e a notícia da superação nominal dos 100 mil pontos no Ibovespa podem ter animado a milícia virtual do presidente de extrema direita. Mas parece não ter tido muito efeito positivo no ânimo da população brasileira.

Foto: F.R.P./Agência Brasil

Pesquisa Ibope divulgada nesta quarta-feira (20) sobre a percepção do governo de Bolsonaro mostra que, em apenas dois meses, a avaliação positiva caiu de 49% para 34%, entre janeiro e março, enquanto a avaliação negativa subiu de 11% para 24%.

A avaliação do governo como regular também subiu, de 26% para 34%, no período. A pesquisa ouviu 2.002 pessoas entre o último sábado (16) e terça-feira (19). A margem de erro é de dois pontos percentuais, para mais ou para menos.

O pior em 24 anos
Além da queda acentuada na aprovação e aumento da rejeição ao governo Bolsonaro, os dados ainda indicam que o ultraconservador é o presidente estreante mais mal avaliado em 24 anos. Se os números deste mês forem comparados ao terceiro mês do primeiro mandato de Fernando Henrique Cardoso (1995), Lula (2003) e Dilma Rousseff (2011), o atual mandatário fica em desvantagem. Enquanto Bolsonaro tem aprovação de 34%, FHC tinha 41%, Lula 51% e Dilma 56%.

Acesse a pesquisa completa AQUI.

Nenhum comentário