Últimas notícias

Uruguai: Martínez, da frente de esquerda, vence 1º turno e Mujica é eleito senador

Com 100% das urnas apuradas, Daniel Martínez obteve 39,2% dos votos e Lacalle Pou, 28,6%; segundo turno será em 24 de novembro.

Por Crítica21 com informações do Opera Mundi e Agência EFE
28/10/2019

O Uruguai terá segundo turno nas eleições presidenciais. É o que apontou o fim da apuração, que confirmou a tendência de que o país teria a segunda volta. Os uruguaios foram às urnas neste domingo (27) e o candidato da Frente Ampla (esquerda) obteve 39,2% dos votos, à frente de Luis Lacalle Pou, do direitista Partido Nacional, que obteve 28,6%.

Daniel Martínez e Pepe Mujica, da Frente Ampla. Fotos: reprodução/twitter de Martínez e Gibran Mendes

Já foram apuradas 100% das urnas. Ernesto Talvi, do Partido Colorado, ficou em terceiro lugar, com 12,3%. O militar Guido Manini, que era comandante-chefe do Exército e foi demitido pelo presidente Tabaré Vázquez, ficou em quarto com 10,9% dos votos. Os outros candidatos, somados, atingiram 5,5%. Ao todo, 2,8 milhões de eleitores estavam aptos a votar. O segundo turno está previsto para acontecer no dia 24 de novembro.

Além de ficar na frente nas eleições presidenciais, a esquerda uruguaia teve seu grande nome aprovado de novo nas urnas: o ex-presidente José Pepe Mujica, que governou o país entre 2010 e 2015, voltou ao Senado após ter anunciado sua aposentadoria. A esposa de Mujica, a atual vice-presidente Lucía Topolansky, também foi eleita como senadora.

Segundo a Agência EFE, a lista 609, da ala Movimento de Participação Popular (MPP), cujo líder é Mujica, obteve 262.124 votos. Esse número foi verificado com 93,99% da apuração oficial concluída. Sendo assim, o ex-presidente iniciará um novo mandato parlamentar depois de ter renunciado, em 2018, ao cargo de senador. Aos 84 anos, Mujica decidiu voltar ao Senado para ajudar a coalizão de esquerda, que busca um quarto mandato presidencial consecutivo.

Nenhum comentário